Clicky

SEGURANÇA

Trump demite ciber chefe por não endossar alegações de fraude nas eleições

Convergência Digital* ... 18/11/2020 ... Convergência Digital

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, demitiu a principal autoridade de segurança cibernética do país em uma mensagem no Twitter, acusando-o, sem evidências, de fazer uma declaração “altamente imprecisa” por afirmar que a eleição de 3 de novembro foi segura e rejeitar alegações de fraude.

Chris Krebs comandava a Agência de Segurança Cibernética e Segurança de Infraestrutura do Departamento de Segurança Interna (Cisa) desde sua criação, dois anos atrás. Ele revoltou a Casa Branca por causa de um site administrado pela Cisa batizado de “Controle de Rumores” que refuta a desinformação sobre a eleição, de acordo com três pessoas a par do assunto.

Donald Trump continua a fazer alegações infundadas de que a eleição foi “fraudada” e se recusa a conceder a derrota ao presidente eleito Joe Biden. Sua equipe de campanha ingressou com ações judiciais em Estados-chave, embora autoridades eleitorais de ambos os partidos tenham dito não ver evidências de irregularidades graves.

O trabalho de Chris Krebs para proteger a eleição de hackers e combater a desinformação sobre o voto ganhou elogios de parlamentares de ambos os partidos, bem como de autoridades estaduais e eleitorais em todo o país. Mas ele atraiu a ira de Trump e seus aliados, que estavam irritados com sua recusa em apoiar as alegações de interferência eleitoral.

Trump disse no Twitter que Krebs havia garantido às pessoas em uma declaração “altamente imprecisa” que a eleição havia sido segura, quando havia “grandes impropriedades e fraudes --incluindo pessoas mortas votando, fiscais de urna proibidos em locais de votação” e erros nas urnas eletrônicas que trocaram votos de Trump para Biden.

Krebs não foi informado do plano de Trump de demiti-lo, segundo uma pessoa a par da questão, e soube da decisão pelo Twitter. Matthew Travis, vice de Krebs e número dois da agência, renunciou na noite de terça-feira. O diretor-executivo da Cisa, Brandon Wales, deve assumir o lugar de Krebs como chefe interino da agência nesta quarta-feira, disse uma autoridade da agência à Reuters sob condição de anonimato.

* Com informações da Reuters 


Fabricante de cabos de fibra ótica no Brasil sofre ataque hacker

A Belden, dona da Poliron no Brasil, e fabricante local de fibra ótica e equipamentos de redes usados nos setores de transporte, petróleo e gás, entre outros, assumiu que teve os servidores invadidos nesta terça-feira, 24/11.

TSE admite que ataques hackers podem ter causado instabilidade no e-Título

Tribunal criou uma comissão, presidida pelo ministro Alexandre de Moraes, para acompanhar as investigações sobre ação de hackers. Em nota, o TSE diz que que 'as investidas cibernéticas podem ter ocasionado instabilidades no aplicativo e-Título e no sistema de processo judicial eletrônico (PJe)'.

Muitas empresas só planejam segurança quando dói no bolso e na carne

O diretor da Microhard, Glicério Ruas, diz que a conscientização é o maior gargalo dentro das corporações. Segundo ele, muitas acham que basta ter um antivírus, quando o maior risco, hoje, está na vulnerabilidade de aplicativo.

TSE descarta ataque hacker e diz que pane foi problema técnico

O Tribunal passou por uma instabilidade de sistemas nesta quinta-feira, 12/11. Nota oficial diz que problema foi causado por uma sobrecarga interna no datdacenter e não por interferência externa, no caso, um ataque cibercriminoso.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • O Portal Convergência Digital é um produto da editora APM LOBO COMUNICAÇÃO EDITORIAL LTDA - CNPJ: 07372418/0001-79
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G