Home - Convergência Digital

Governo determina pagamento integral do 13º de quem teve jornada reduzida pela Covid-19

Convergência Digital* - 18/11/2020

A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia divulgou uma nota técnica que determina o pagamento integral do 13º para os trabalhadores que tiveram redução na jornada de trabalho devido à crise da Covid-19, conforme adesão ao Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda, instituído pela Lei nº 14.020/20.

Segundo o órgão, a regra deve ser seguida principalmente nos casos de funcionários com jornada reduzida durante o mês de dezembro. O direito a férias após 12 meses de trabalho também está mantido.

Nas situações de suspensão dos contratos, contudo, o período sem trabalho não deve ser computado para o cálculo de 13º e férias, exceto quando o tempo de serviço ultrapassar 15 dias no mês. Dessa forma, o funcionário que teve o contrato suspenso receberá, como 13º, 1/12 de seu salário para cada mês em que trabalhou por pelo menos 15 dias.

O período de suspensão também não é considerado para férias. Ou seja, o trabalhador poderá tirar férias assim que completar 12 meses de trabalho efetivo, sem contar a suspensão.

A secretaria explica que essa diferença se deve ao fato de o funcionário continuar recebendo salário nos casos de redução de jornada, o que possibilita calcular o tempo de serviço. Quando há suspensão do contrato, não há pagamento de salário, e por isso não há como considerar o período afastado como tempo de serviço.

* Do Conjur

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

18/05/2021
TRT-2 valida demissão feita pelo WhatsApp

17/05/2021
Sem vacinação rápida contra a Covid-19, PMEs adiam retomada dos negócios

12/05/2021
Consumo de Internet dobrou no Brasil por conta da Covid-19

12/05/2021
Cibercriminosos usam e-mail na nuvem da Microsoft para massificar phising da Covid-19

10/05/2021
Covid-19 repagina o segmento de outsourcing de TI no Brasil

06/05/2021
Dell: Na pandemia, tecnologia evidenciou as desigualdades e retomada passa pelo 5G

05/05/2021
MP do Governo muda as regras para teletrabalho

30/04/2021
Gastos com computação em nuvem bateram recorde no mundo

28/04/2021
Na Índia, empresas de serviços de TI montam salas de guerra contra explosão da Covid-19

28/04/2021
Governo reedita redução de jornadas de trabalho e suspensão de contratos por conta da Covid-19

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Trabalho híbrido, cloud, segurança, 5G: como fica o mercado de TI no Brasil?

Por Mauricio Suga*

A pandemia da Covid-19 e as mudanças decorrentes dela foram grandes aceleradores da transformação digital, tanto no Brasil quanto a nível mundial. Mudamos a maneira como trabalhamos e entendemos o local de trabalho, como gerimos e nos relacionamos com equipes e, também, revisitamos as prioridades de investimentos organizacionais, sejam elas de curto ou longo prazo.

Destaques
Destaques

MP do Governo muda as regras para teletrabalho

A MP 1046/2021 diz que a infraestrutura necessária para a prestação do trabalho remoto tem de estar em contrato firmado previamente ou em até 30 dias depois da mudança do regime de trabalho.

Governo reedita redução de jornadas de trabalho e suspensão de contratos por conta da Covid-19

Programa passa a ter validade a partir desta quarta-feira, 28 de abril e terá validade de 120 dias.Trabalhador que for inserido no programa terá estabilidade de até seis meses.

TIC incorporou 59 mil novos profissionais e gerou 1,62 milhão de empregos em 2020

Apesar da adversidade econômica e social com a Covid-19, TIC manteve a empregabilidade em alta. "Respondemos à desoneração da folha de pagamentos cumprindo o que nos cabia. Gerar empregos", afirmou o presidente-executivo da Brasscom, Sergio Paulo Gallindo.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site