Clicky

INCLUSÃO DIGITAL

Treze anos depois, Congresso aprova uso do Fust para inclusão digital

Luís Osvaldo Grossmann ... 19/11/2020 ... Convergência Digital

Mais de 13 anos depois de o tema ser formatado no projeto de Lei 103/2007, em março daquele ano, o Senado Federal aprovou nesta quinta, 19/11, por 69 votos a favor e um contra, a versão final do texto que modifica as regras do Fundo de Universalização das Telecomunicações. A principal intenção do PL é tornar expresso que os recursos do FUST podem ser utilizados em projetos para além da telefonia fixa em regime público, com objetivo de que o dinheiro irrigue redes de banda larga. O texto vai à sanção presidencial.

“Existe um entrave histórico, porque nos termos em vigor recursos não podem ser aplicados em conexões em banda larga ou na telefonia móvel. E os recursos não têm sido aplicados para os fins aos quais se destinam. Segundo o TCU, dos mais de R$ 20 bilhões arrecadados entre 2001 e 2016, o montante efetivamente aplicado para universalização dos serviços correspondia a R$ 341 mil. Ou seja, menos de 0,002%. Necessário atualizar a legislação para permitir uso em serviços prestados pelo regime privado e o PL 172/20 busca enfrentar a questão”, afirmou o relator do texto aprovado nesta quinta, Diego Tavares (PP-PB). Vale lembrar que do total acumulado de aproximadamente R$ 22 bilhões, pelo menos R$ 15 bilhões já foram destinados aos outros fins, como mencionado pelo relator. Como admite o Ministério das Comunicações, a esperança, se houver, é usar o fluxo anual a partir de agora. 

Há, porém, dúvidas de que mesmo com a nova redação da Lei do Fust (9998/00) os recursos sejam efetivamente aplicados em inclusão digital. Como lembrou o senador Otto Alencar (PSD-BA), “esses mesmos recursos que estão no FUST estão na PEC dos Fundos, que determina que os recursos, que sempre foram utilizados para superávit primário, sejam colocados para amortização de dívida, uso em C&T, revitalização da bacia do São Francisco. Esse projeto, desde que tenha em suas condições tornar impositiva a aplicação dos recursos, daria condições de ser efetivamente aprovados, como nunca foram. Existe esse conflito com a PEC para destinar para outra finalidade”. 

O texto final resulta em grande medida do substitutivo aprovado pela Câmara no final de 2019, mas com novos ajustes feitos pelo novo relator no Senado. Em especial, caiu o trecho que previa aportes especificamente em regiões “sem viabilidade econômica” – segundo o senador Diego Tavares, “para que haja a disposição, pelos interessados, de assumir empréstimos que possibilitem o atendimento de regiões não cobertas seria necessário o mínimo de atratividade econômica”. 

Uma segunda alteração explicitou que o dinheiro do FUST, que arrecada aproximadamente R$ 1 bilhão por ano, vale para projetos que envolvam “serviços de telecomunicações prestados em regime público ou privado e suas utilidades”. O relator também recuperou um trecho que era revogado no texto da Câmara, mantendo a previsão de que pelo menos 18% dos recursos do fundo sejam aplicados em educação, para os estabelecimentos públicos de ensino. Finalmente, diante da recriação do Ministério das Comunicações, o conselho gestor do FUST volta a ser ligado a esta pasta. 


Carreira
TRT-2 valida demissão feita pelo WhatsApp

A 18ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região confirmou a demissão de uma educadora de ensino infantil justificando que a OTT se 'tornou um grande aliado, especialmente em 2020, como ferramenta de comunicação como qualquer outra'.

Telebras renova uso de fibras da Petrobras por R$ 59,8 milhões

Estatal também prorrogou acordos que garantem backbone com empresas de energia do grupo Eletrobras.

IBGE: Internet chega a 82% dos domicílios, mas 40 milhões de brasileiros seguem sem acesso

Segundo dados da PNAD de 2019, rendimento médio dos lares com internet (R$ 1,5 mil) era o dobro daqueles sem conexão (R$ 728). A desigualdade digital segue sendo uma marca do segmento Internet no Brasil.

Fibra ótica puxa internet a 76 Mbps, mas em 2 mil municípios acesso fica abaixo de 5Mbps

Atualização do Plano Estrutural de Redes de Telecomunicações mostra que falta fibra ótica em 18% dos municípios do Brasil. Só 40% das estradas têm cobertura e 3,7 milhões de brasileiros têm, no máximo, 2G. 

CCT da Câmara quer rediscutir impacto da venda da Telebras no satélite brasileiro

Proposta de debate foi feita pelo deputado Vitor Lippi (PSDB/SP). Parlamentares querem convocar a estatal, o ministério das Comunicações, o TCU e o ministério da Defesa. Contrato com a Viasat será central no debate.

Mapa de Conectividade avalia oferta de banda larga em 27 mil escolas

Desenvolvida pelo NIC.br, ferramenta permite identitificar acesso à internet, redes disponíveis, medições de desempenho e pode chegar às 140 mil escolas estaduais e municipais.

Engenharia social é um risco grave para crianças e adolescentes

A Internet se tornou o ar que respiramos e para os jovens mais ainda e cabe aos pais terem a noção que segurança da informação é educação de base, recomenda o pesquisador de ameaças na Trend Micro e fundador da comunidade Mente Binária, Fernando Mercês.



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G