Home - Convergência Digital

Brasileiro será CEO global da Qualcomm a partir de junho

Convergência Digital - 05/01/2021

Um brasileiro estará à frente de uma gigante global de tecnologia. A Qualcomm Incorporated anunciou nesta terça-feira, 05/01, que seu Conselho de Administração escolheu por unanimidade Cristiano Amon para suceder Steve Mollenkopf como CEO, a partir de 30 de junho de 2021. Mollenkopf informou ao Conselho sua decisão de se aposentar CEO depois de 26 anos na empresa. Amon, que trabalha na Qualcomm desde 1995, é atualmente o presidente da empresa. Mollenkopf continuará trabalhando na empresa como consultor estratégico por um período de tempo.

"Estou imensamente orgulhoso de tudo o que conquistamos na Qualcomm e da posição que a empresa desfruta atualmente como líder mundial em tecnologias sem fio", disse Mollenkopf. "Com nosso modelo de negócios claramente validado e nossa liderança em 5G, este é o momento certo para Cristiano assumir a liderança da Empresa e presidir o que vejo como a maior oportunidade única da história da Empresa. Cristiano liderou o desenvolvimento de nossa estratégia 5G, incluindo sua aceleração, roteiro de tecnologia líder do setor e implementação global".

"Estou honrado por ser nomeado o próximo CEO da Qualcomm e agradeço a confiança que Steve e o Conselho têm em mim", disse Amon. "A Qualcomm é uma empresa incrível. Estivemos na vanguarda da inovação por décadas e estou ansioso para manter essa posição no futuro. Além de impulsionar a expansão do 5G para dispositivos convencionais e além dos dispositivos móveis, a Qualcomm deve desempenhar um papel fundamental na transformação digital de vários setores, à medida que nossas tecnologias se tornam essenciais para conectar tudo à nuvem. a necessidade de nossas soluções nunca foi tão pronunciada e nossa posição de liderança nunca foi tão evidente. Estou ansioso para trabalhar com nossos 41.000 funcionários em todo o mundo para criar tecnologias que revolucionem a maneira como as pessoas vivem, trabalham e se conectam".

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

15/01/2021
Teles querem deixar migração das parabólicas para depois do leilão 5G

11/01/2021
Consumidor abre mão de acesso 5G por bateria com mais duração

05/01/2021
Brasileiro será CEO global da Qualcomm a partir de junho

18/12/2020
Abinee: Diferença de custo entre migração e mitigação no 5G é menor do que apontam teles

16/12/2020
Capdeville, CTIO da TIM: "Usamos equipamentos chineses há vinte anos e não há nada que desabone a rede brasileira"

16/12/2020
TIM: dizer que 5G DSS não é o 5G é obrigatório para não queimar a tecnologia

15/12/2020
Ceitec, no RS, tem estrutura para produzir chips 5G

11/12/2020
Algar Telecom testa OpenRAN em centro de 5G criado pela IBM, Flex e FIT

09/12/2020
Ericsson: Governos estão limitando e colocando o 5G em risco

08/12/2020
Fabio Faria reúne teles e diz que Bolsonaro e Minicom decidem sobre 5G

Veja mais artigos
Veja mais artigos

A confiança é ganha com mil atos e perdida com apenas um

Por Luis Banhara*

À medida que o conceito de trabalho se descola dos escritórios, mesmo que parcialmente, surgem novos desafios de segurança. A superfície de ataque foi ampliada.

Destaques
Destaques

Na liderança, curiosidade insana e coragem impactam mais que a competência

Vice-presidente para setor público na AWS, Teresa Carlson, e Indra Nooyi, membro do board da Amazon e ex-CEO e chairman da PepsiCo, admitiram que a Covid-19 tem provocado crises existenciais em muitas pessoas e que, há, sim, um forte e um injusto desequilíbrio para as mulheres.

Média salarial de profissional de TI no Brasil ficou em R$ 4.849,00

Pesquisa nacional, realizada pela Assespro-Paraná e pela UFPR, mostra a desigualdade econômica do país. No Nordeste, em Sergipe, a média salarial é de apenas R$ 1.943.00. Em São Paulo, essa média sobe para R$ 6.061,00. Outro ponto preocupante: a diferença salarial entre homens e mulheres segue acima de dois dígitos.

Certificação é critério de seleção para encarregado de dados

Ainda que a LGPD não exija qualificação específica, o mercado busca profissionais com conhecimento na área. Formação pode custar até R$ 6 mil, observou Mariana Blanes, advogada e sócia do Martinelli Advogados, ao participar do CD em Pauta.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site