Clicky

Home - Convergência Digital

Huawei processa FCC contra designação de ameaça à segurança

Convergência Digital* - 10/02/2021

A Huawei foi à Justiça contra a Comissão Federal de Comunicações (FCC), em ação com objetivo de reverter a designação do regulador de telecom dos Estados Unidos como uma ameaça à segurança nacional.

A fabricante chinesa argumenta no processo judicial que a FCC excedeu sua autoridade ao considerá-la uma ameaça e o rótulo era “arbitrário, caprichoso e um abuso de discrição, e não apoiado por evidências substanciais”.

Além de pedir que a Justiça rejeite a designação da FCC, a empresa requer “qualquer outra reparação conforme este tribunal julgar apropriado”. Um representante da FCC disse ao Mobile World Live que a designação foi “baseada em um corpo substancial de evidências desenvolvido pela FCC e várias agências de segurança nacional dos EUA”, acrescentando “continuaremos a defender essa decisão”.

A FCC nomeou formalmente a Huawei e a rival chinesa ZTE como ameaças à segurança em junho de 2020 e, posteriormente, rejeitou os apelos de ambas as empresas que contestavam suas designações.

De acordo com uma regra da FCC adotada em novembro de 2019, o título impede que as operadoras dos EUA usem fundos do governo para comprar ou manter equipamentos de qualquer um dos fornecedores.

O processo da Huawei é separado da ação legal contra a FCC em dezembro de 2019 com o objetivo de reverter a regra. A empresa perdeu uma tentativa anterior de reverter as restrições dos Estados Unidos sobre o uso de seus produtos por parte de contratantes governamentais.

* Do MWL

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

19/02/2021
Huawei diz que faz metade das redes 5G do mundo

10/02/2021
Huawei processa FCC contra designação de ameaça à segurança

28/01/2021
Sanções dos EUA derrubam Huawei de primeira para sexta fabricante de celulares

28/01/2021
"Chegamos para brigar com AWS, Google e Azure na nuvem pública", diz José Nilo, da Huawei

26/01/2021
Huawei nega planos de vender principais marcas de smartphones

18/01/2021
De saída, Trump amplia bloqueio à Huawei e revoga licenças para componentes

16/11/2020
EUA autorizam Qualcomm a exportar chips 4G para Huawei, mas proíbe o 5G

10/11/2020
Huawei joga a toalha e vai vender unidade de celulares

06/11/2020
Huawei: OpenRAN é complexo e pode atrasar o 5G no Brasil

26/10/2020
Governo da Itália usa poder de veto e manda empresa cancelar acordo com Huawei

Destaques
Destaques

WEG testa planta piloto com 5G privado standalone da Nokia

Iniciativa conta com a parceria da ABDI e da Anatel, uma vez que duas radiofrequências serão avaliadas:uma, abaixo de 6 gigahertz (GHz), e, outra, mais alta, entre 27,5 GHz e 27,9 GHz.

5G será muito mais B2B e vai injetar R$ 13,5 bilhões no mercado nos próximos dois anos

Finalmente o 5G entrou na lista das dez previsões para os mercados de Tecnologia e Informação e Telecomunicações da IDC para 2021/2022. Consultoria prevê que a receita virá de novos negócios com IA, IoT, cloud, segurança, robótica e realidade aumentada e virtual.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Previsões para 5G Core (5GC) e redes móveis em 2021

Por Ivan Marzariolli*

A maioria das teles com 5G escolheu o que é chamado de implementação “não autônoma”.  É um híbrido de 4G e 5G que permite oferecer muitos recursos 5G aos assinantes, enquanto ainda aproveita o investimento existente em seu core de pacote 4G. Operadoras estão ansiosas para aproveitar as vantagens do 5GC (SA ou autônomo) - maior agilidade de serviço e custos mais baixos.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site