Clicky

Convergência Digital - Home

Nuvem vira principal alavanca de TICs no Brasil e puxa R$ 181 bilhões até 2024

Convergência Digital
Luís Osvaldo Grossmann - 23/03/2021

Exceção no cenário econômico brasileiro, o setor de tecnologia da informação e comunicações tem sérias condições de influenciar o crescimento nos próximos anos. Como apresentado pela Brasscom nesta terça, 23/3, durante o TécForum, as tecnologias relacionadas à transformação digital, mobilidade e conectividade vão despejar R$ 845 bilhões em investimentos no país entre 2021 e 2024. 

No campo das atividades de transformação digital, os dados da Brasscom, a partir de levantamentos das consultorias Frost & Sullivan e IDC, ressaltam o papel da computação em nuvem, principal alavanca dos mencionados investimentos, especificamente estimados em R$ 181,9 bilhões nesse período, em acelerado ritmo de crescimento de 20% ao ano. 

“Temos uma mudança de perfil. A nuvem passa a ser a grande tecnologia de transformação digital, com crescimento expressivo e trazendo benefícios a toda economia brasileira”, ressaltou durante o TécForum o presidente executivo da Brasscom, Sergio Paulo Gallindo. 

Ao destacar o “impressionante crescimento das tecnologias na nuvem acima de 100% na comparação ano a ano”, a Brasscom mostrou que esse futuro próximo é calcado no forte desempenho medido em 2020. O setor de TICs como um todo cresceu 5,1% no ano passado, chegando a R$ 216 bilhões – sendo R$ 190,9 bilhões no mercado interno e R$ 25,4 bilhões em exportações. 

A maior fatia, 72%, ou R$ 106,4 bilhões (alta de 3,9% sobre 2019), foi movimentada em software (R$ 36 bilhões) e serviços (R$ 70,4 bilhões). Já o segmento de hardware girou R$ 84,4 bilhões (alta de 3%), com especial participação da produção de dispositivos (R$ 71,2 bilhões), em que houve crescimento de 5,2%. 

A nuvem se destacou tanto em software como em serviços. Os programas relacionados a nuvem giraram R$ 11,8 bilhões em 2020, contra R$ 24,1 bilhões do chamado software ‘tradicional’. Mas enquanto esse último recuou 13,5% no ano passado, o software de nuvem cresceu 165,8%. Em serviços, infraestrutura de nuvem representou R$ 10,5 bilhões, o que significou alta de 127,8%. 

A Brasscom também reforçou a leitura do segmento de computação em nuvem como elemento chave na infraestrutura de TI. Os gastos com IaaS e PaaS em nuvem pública devem atingir US$ 3 bilhões em 2021, ou R$ 12 bilhões no câmbio médio utilizado, o que representa um crescimento de 46,5% em relação a 2020. 

Segundo a Brasscom, além da nuvem outros vetores de investimentos até 2024 são Big Data (R$ 77,2 bilhões e alta de 13% ao ano); internet das coisas (R$ 74,3 bilhões, 29% ao ano); robótica (R$ 31,4 bilhões, 6% a.a.); segurança da informação (R$ 16,2 bi, 13% a.a.); redes sociais (R$ 14,1 bilhões, 19% a.a.); inteligência artificial (R$ 11,5 bilhões, 31% a.a.); blockchain (R$ 3,8 bilhões, 65% a.a.); realidade virtual (R$ 2,2 bilhões, 40% a.a.); e impressão 3D (R$ 0,7 bilhão, 15% a.a.). 

Destaques
Destaques

Globo migra data center de produção digital para a nuvem pública do Google Cloud

Acordo entre as companhias tem validade de sete anos e engloba o uso do Android TV pela emissora. O data center próprio será vendido, informa o diretor de Estratégia e Tecnologia da Globo, Raymundo Barros. As CDNs da Globo seguem com infraestrutura própria.

Nuvem vira principal alavanca de TICs no Brasil e puxa R$ 181 bilhões até 2024

Projeções da Brasscom no TecForum 2021 ressaltam crescimento acelerado de 20% ao ano da computação em nuvem, especialmente IaaS e PaaS. Big Data, internet das coisas e inteligência artificial também são destaques. 



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Como a IaaS está alinhada ao seu negócio?

Por Fábio Lucinari*

Cada vez mais é preciso considerar que as opções convencionais de TI tendem a ser ineficientes no trabalho de auxiliar as companhias a se adaptarem às necessidades e aos desafios do cenário atual. Infraestrutura como serviço oferece soluções projetadas sob medida e aprimoram o consumo da área de tecnologia.

IA, nuvem e IoT exigem data centers mais eficientes

Por Ed Solis*

Adoção crescente de tecnologias como inteligência artificial, internet das coisas e PoE estão na lista para melhorar o desempenho das redes e a eficiência do gerenciamento.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site