Clicky

GOVERNO » Compras Governamentais

Questionada por parte do governo, Huawei pode assumir nuvem dos órgãos federais

Luís Osvaldo Grossmann ... 23/03/2021 ... Convergência Digital

Em que pese parte da gestão Jair Bolsonaro tentar banir a Huawei das telecomunicações da administração pública, a fabricante chinesa tem chances de servir ao governo como fornecedor da nuvem pública dos órgãos federais. Ao lado da AWS e da Google, a Huawei é uma das três nuvens da proposta apresentada pela Extreme Digital Solutions, por enquanto o menor lance no pregão em andamento: R$ 65,94 milhões. 

Essa é a segunda contratação da nuvem pública do governo federal. A primeira, realizada em 2018 mas com efetiva implementação apenas em 2020, ficou por R$ 30 milhões e chegou a reunir 26 órgãos federais. Esta nova é maior, com 52 órgãos na partida em compra aberta a novas adesões. O prazo também aumentou, para dois anos de contrato. 

A Extreme apresentou o lance mais baixo entre as 20 concorrentes do pregão. Mas a licitação ainda está na fase de avaliação da capacidade operacional da primeira colocada – ou seja, a análise dos atestados e da experiência compatível com o objeto do leilão: a seleção de um orquestrador, ou broker, que contemple pelo menos duas nuvens diferentes, de fornecedores com datacenters no Brasil. 

A Huawei é alvo de tentativas de bloqueio dentro do administração, materializadas em uma portaria do Ministério das Comunicações que veta equipamentos em uma futura rede privativa de telecomunicações do governo se de empresas que não atendam princípios de governança corporativa do mercado acionário brasileiro. O ministro das Comunicações, Fabio Faria, já declarou que tal exigência deixa a chinesa fora dessa rede governamental – embora isso seja discutível diante do texto efetivamente adotado pela Portaria 1.924/21. 

A depender do andamento do pregão de nuvem, outras propostas ainda podem acabar escolhidas. A Claro, que venceu a primeira licitação em 2018 e é o atual broker, tem o segundo menor lance do pregão atual, R$ 71,44 milhões. A Globalweb aparece em seguida, com proposta de R$ 84,04 milhões. AX4B (R$ 85,69 milhões), Brasoftware (R$ 87,91 milhões), Datacentrics (R$ 87,92 milhões), Telefônica (R$ 89,52 milhões), Stefanini (R$ 102,53 milhões), IP2 Cloud (R$ 109,72 milhões) e Datarain (R$ 113,32 milhões) completam as 10 primeiras. Outras 10 empresas apresentaram lances entre R$ 121 milhões e R$ 316 milhões. 


Simples de março, abril e maio é prorrogado para segundo semestre

Recolhimento poderá ser feito a partir de julho, com opção de pagamento em duas parcelas. 

Transformação digital: Atenção do governo ao risco de digitalizar a burocracia

“A meta é digitalizar 100% dos serviços, mas o desafio é não fazer mera transposição do que existe para o digital”, afirma o secretário adjunto de governo digital, Ciro Avelino. 

Sobram candidatos e faltam cadeiras para TICs no Conselho Nacional de Proteção de Dados

Além de três das grandes entidades empresariais de tecnologia da informação, ABES, Assespro e Brasscom, os dois assentos setoriais são disputados pela Abert, Sebrae e bureaus de crédito. Pelo menos. 

Identidade Nacional vai funcionar como carteira digital

Governo e TSE formalizam acordo para fazer o Documento Nacional de Identificação (DNI) por meio da troca de dados.  A identidade digital será gerada por um aplicativo gratuito, que pode ser utilizado em smartphones e tablets com sistemas Android e iOS, a ser ofertado pelo governo federal.

Governo já tem 4,8 milhões de cadastros com biometria facial no Gov.br

Novo sistema classifica como bronze, prata e ouro os níveis de identificação digital em sistemas da administração federal, que já conta com 96 milhões de brasileiros registrados. Esses 4,8 milhões são nível 'ouro'.



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G