Clicky

CADE aprova rede neutra da Vivo com a canadense CDPQ

Convergência Digital ... 06/04/2021 ... Convergência Digital

O acordo entre a Vivo e o fundo canadense Caisse de dépôt et placement du Québec (CDPQ) para criação da empresa de redes neutras FiBrasil foi aprovado sem restrições pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

O despacho com a decisão foi publicado nesta terça-feira, 6, no Diário Oficial da União (DOU). Em parecer sobre o assunto, o órgão antitruste afirmou que a operação pretendida não resulta em sobreposições horizontais ou integrações verticais e, portanto, não gera preocupações concorrenciais. A transação precisa, agora, da aprovação da Aantel e da União Europeia.

A FiBrasil vai operar como rede neutra a partir de 1,6 milhão de homes passed (HPs) com fibra óptica herdados da Vivo; o objetivo é atingir 5,5 milhões de HPs até 2024 através de investimentos conjuntos com o novo sócio. Cidades de tamanho médio fora do estado de São Paulo serão a prioridade para receber a infraestrutura de fiber-to-the-home (FTTH).

Por 50% da joint-venture, o CDPQ pagará R$ 1,8 bilhão. Os outros 50% da FiBrasil ficarão com a Telefónica, sendo 25% deles com a brasileira Vivo e outros 25%, com a Telefónica Infra, que concentra ativos de infraestrutura do grupo espanhol em todo o mundo. Vivo e TIM já definiram seus investidores. A Oi está na reta final com o fundo BTG.


Internet Móvel 3G 4G
América Latina se divide sobre uso de ondas milimétricas

Debate com representantes do México, Colômbia, Costa Rica, El Salvador, Argentina e Brasil mostrou que bandas altas no 5G, como 26 GHz, está longe de unanimidade na região.  Colômbia, que prevê leilão 5G no final do ano, não planeja vender a faixa de 26GHz.

Wi-Fi 6E Brasil 2021 - Cobertura especial - Editora ConvergenciaDigital

Wi-Fi 6E: o futuro da infraestrutura do Wi-Fi

As faixas de 2,4 GHz e de 5 GHz estão congestionadas no Brasil e torna-se urgente ter mais frequência por mais capacidade e eficiência, afirma o chefe de Tecnologia da CommScope para Caribe e América Latina, Hugo Ramos.

Veja mais matérias deste especial

Por casa conectada, Vivo negocia opção de ser acionista minoritária na CDF

A CDF é um marketplace de solulções de assistência residencial e tecnológica e que já é parceira na oferta do Vivo Guru. Os novos serviços serão lançados em breve, mas um deles será voltado para a instalação e  configuração de dispositivos inteligentes.

Huawei: é cedo para dizer quem está dentro ou fora da rede privada do governo

“Existe uma portaria, mas os requisitos ainda não estão completamente claros”, afirma o diretor de cibersegurança da fabricante chinesa, Marcelo Motta.

Oi entra na briga pela fibra ótica em São Paulo

Companhia diz que os pilotos comercial e de rede estão acontecendo e o lançamento ao mercado será no segundo trimestre (abril a junho) para os mercados B2C e B2B. A Oi vai usar 5,2 mil Km de rede própria oriundas da compra da MetroRed e da Pegasus no passado.

Brasileiro retorna ao pré-pago e sonha com superaplicativo

O brasileiro diz que o pré-pago oferece maior flexibilidade de uso, de acordo com pesquisa global feita pela Ding. O estudo também mostra que os brasileiros querem um superaplicativo que combine mensagens instantâneas com mídia social, varejo e serviços.




  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G