Clicky

NEGÓCIOS

Sem celulares, LG leva produção de PCs para Manaus e abandona São Paulo

Convergência Digital* ... 08/04/2021 ... Convergência Digital

A LG avisou os empregados que vai transferir a produção de notebooks e monitores da fábrica de Taubaté (SP) para Manaus (AM). A informação é do Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté e Região (Sindmetau), que vem se reunindo com a direção da empresa no Brasil em busca de acordo sobre os empregos. 

Segundo o presidente do Sindmetau, Claudio Batista, os representantes da empresa disseram que a linha de notebooks e monitores terá incentivos fiscais na capital do Amazonas, o que não ocorre no estado de São Paulo. “A LG posicionou que é única e exclusivamente por conta dessa questão do ICMS. Por conta de não ter incentivos no estado de São Paulo, e em Manaus ter os incentivos”, afirmou Batista.

A empresa já havia anunciado o encerramento global da produção de celulares, linha também fabricada na unidade de Taubaté, seguindo decisão global da empresa sul coreana de não mais atuar no mercado de smartphones, anunciada na segunda, 5/4. 

Segundo o Sindmetau, a decisão da LG ameaça os empregos de cerca de 700 trabalhadores na planta, sendo 400 do setor de celulares e 300 da linha de monitores e notebooks. No total, a LG conta com aproximadamente 1 mil funcionários em Taubaté. A empresa sinalizou que o único setor mantido na cidade paulista será o call center, que conta com 300 trabalhadores. 

Segundo o sindicato, a LG avalia a possibilidade de realocação de trabalhadores de Taubaté para Manaus, mas não indicou quantos. A empresa citou ainda estudos para reativação da produção da linha branca na fábrica de Taubaté. Entretanto, essa operação depende da obtenção de incentivos fiscais e é avaliada para um cenário pós-pandemia.

* Com informações do Sindmetau


Cloud Computing
Segurança cibernética passa pela computação em nuvem

Em 2020, segundo pesquisa da IDC, foram investidos US$ 1 bilhão em serviços para detecção e combate às ameaças digitais na América Latina, e o aporte deverá ter chegado a US$ 1,33 bilhão até 2024. Segurança é prioridade máxima na TI, mas só virá com os aportes em cloud, afirmam os executivos.

Empregados rejeitam proposta da LG e começam greve em Taubaté

Com o fim da produção global de celulares e decisão no Brasil de fechar unidade em São Paulo, empresa propôs indenização pelas demissões, de R$ 8 mil a R$ 35 mil, a depender do tempo de casa. 

Intelsat contrata e abre centro de suporte a clientes no Brasil

Para o centro brasileiro, localizado no Rio de Janeiro, a empresa de satélite contratou 10 funcionários, que serão responsáveis pelo atendimento a clientes no país e em toda a América Latina.

Competitividade: o mantra do Brasil no jogo da economia digital

Em entrevista à CDTV, o executivo falou sobre os três objetivos estratégicos para 2021: reforma tributária digna para desonerar o emprego; formação de talento e medidas para garantir o uso intensivo de dados.

Produção setorial de TIC foi de R$ 506,5 bilhões em 2020

Apesar da crise econômica agravada pela Covid-19, o setor de TI e Comunicação cresceu 2.4% no ano passado, de acordo com dados da Brasscom. O segmento de software e serviços gerou R$ 216,1 bilhões, com crescimento de 5,1% e o de telecom, R$ 240,5 bilhões, mas com uma queda de 0,4%. Setor respondeu por 6,8% do PIB nacional.



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G