Clicky

Convergência Digital - Home

Multinuvem do Serpro vai concorrer com a do Ministério da Economia

Convergência Digital
Luís Osvaldo Grossmann - 09/06/2021

Estruturada a partir das parcerias com AWS, Huawei e Microsoft Azure, a solução multinuvem do Serpro começa a ser apresentada aos órgãos públicos federais como concorrente ao serviço licitado e gerido pela Secretaria de Governo Digital do Ministério da Economia.

Em campanha lançada nesta quarta, 9/6, a estatal destaca que “o Serpro MultiCloud está disponível para todos os órgãos públicos que desejam migrar ou construir soluções em uma infraestrutura otimizada de cloud”, “desde o mapeamento das necessidades até o gerenciamento continuado das soluções, o que possibilita uma adoção rápida e segura do uso da nuvem, auxiliando na transformação digital do governo”.

É essencialmente o mesmo mote da nuvem governamental estruturada pelo Ministério da Economia a partir de uma licitação concluída em abril deste 2021. Da disputa entre 20 empresas, restou vencedora a Extreme Digital Solutions, que é a broker das nuvens igualmente da AWS e da Huawei, mas que tem também a Google na parceria de negócios.

A EDS levou o pregão com o preço final de R$ 65,9 milhões por ano, em um contrato inicial de dois anos mas que pode ser prorrogado para até cinco. O governo federal festejou o desconto significativo sobre o preço estimado no edital, de R$ 370 milhões.

Os números sugerem que a nuvem do Serpro custou menos, pois os contratos foram firmados por cinco anos, nos valores de R$ 71,2 milhões com a AWS, R$ 23 milhões com a Huawei, e R$ 22,6 milhões com a Microsoft – portanto, R$ 116,8 milhões. Mas os preços dos serviços na ponta, o que será pago pelos órgãos que escolherem uma ou outra integradora, não foram divulgados.




Destaques
Destaques

Multinuvem do Serpro vai concorrer com a do Ministério da Economia

Estruturada a parceria com AWS, Huawei e Azure, da Microsoft, estatal passa a disputar contratos com órgãos públicos, em briga direta com nuvem licitada e gerida pela Secretaria de Governo Digital.

Por que se tornar uma empresa data-driven?

Data-driven ou orientada a dados. É esse o novo lema das companhias que, cada vez mais, estão armazenando e analisando dados em busca de insights de negócios. Mas o que as empresas devem fazer para abraçarem os dados de forma a promover benefícios estruturais e longevos? A resposta não é simples.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Serviços SaaS, proteção de dados e a LGPD

Por Eder Miranda*

Ter um plano abrangente de proteção adicional de dados para as plataformas SaaS é vital para os negócios, uma vez que as empresas não podem abrir sem ter o controle sobre o que está sendo protegido e sobre a maneira como isso está sendo feito pelos fornecedores de software como serviço.

Cloud é bom, mas quem gerencia?

Edmilson Santana*

Se a nuvem soluciona problemas de um lado, de outro sua operação demanda a formação de um time capaz de traduzir demandas de negócio em continuidade operacional, e isso de forma ágil, produtiva e consistente.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site