Clicky

Convergência Digital - Home

Multinuvem do Serpro vai concorrer com a do Ministério da Economia

Convergência Digital
Luís Osvaldo Grossmann - 09/06/2021

Estruturada a partir das parcerias com AWS, Huawei e Microsoft Azure, a solução multinuvem do Serpro começa a ser apresentada aos órgãos públicos federais como concorrente ao serviço licitado e gerido pela Secretaria de Governo Digital do Ministério da Economia.

Em campanha lançada nesta quarta, 9/6, a estatal destaca que “o Serpro MultiCloud está disponível para todos os órgãos públicos que desejam migrar ou construir soluções em uma infraestrutura otimizada de cloud”, “desde o mapeamento das necessidades até o gerenciamento continuado das soluções, o que possibilita uma adoção rápida e segura do uso da nuvem, auxiliando na transformação digital do governo”.

É essencialmente o mesmo mote da nuvem governamental estruturada pelo Ministério da Economia a partir de uma licitação concluída em abril deste 2021. Da disputa entre 20 empresas, restou vencedora a Extreme Digital Solutions, que é a broker das nuvens igualmente da AWS e da Huawei, mas que tem também a Google na parceria de negócios.

A EDS levou o pregão com o preço final de R$ 65,9 milhões por ano, em um contrato inicial de dois anos mas que pode ser prorrogado para até cinco. O governo federal festejou o desconto significativo sobre o preço estimado no edital, de R$ 370 milhões.

Os números sugerem que a nuvem do Serpro custou menos, pois os contratos foram firmados por cinco anos, nos valores de R$ 71,2 milhões com a AWS, R$ 23 milhões com a Huawei, e R$ 22,6 milhões com a Microsoft – portanto, R$ 116,8 milhões. Mas os preços dos serviços na ponta, o que será pago pelos órgãos que escolherem uma ou outra integradora, não foram divulgados.




Destaques
Destaques

Por que se tornar uma empresa data-driven?

Data-driven ou orientada a dados. É esse o novo lema das companhias que, cada vez mais, estão armazenando e analisando dados em busca de insights de negócios. Mas o que as empresas devem fazer para abraçarem os dados de forma a promover benefícios estruturais e longevos? A resposta não é simples.

TIM une big data,LPA e robôs para controle do pagamento de impostos

Operadora elegeu a inteligência artificial para processar grandes e complexos volumes de dados com o SAS e a KPMG. Investimento ficou em torno de US$ 500 mil, ou R$ 2,65 milhões, mas parte dele já foi recuperado em pouco mais de seis meses.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Serviços SaaS, proteção de dados e a LGPD

Por Eder Miranda*

Ter um plano abrangente de proteção adicional de dados para as plataformas SaaS é vital para os negócios, uma vez que as empresas não podem abrir sem ter o controle sobre o que está sendo protegido e sobre a maneira como isso está sendo feito pelos fornecedores de software como serviço.

Cloud é bom, mas quem gerencia?

Edmilson Santana*

Se a nuvem soluciona problemas de um lado, de outro sua operação demanda a formação de um time capaz de traduzir demandas de negócio em continuidade operacional, e isso de forma ágil, produtiva e consistente.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site