Clicky

Home - Convergência Digital

Samsung, Apple e chineses em alta. Huawei e LG em baixa nos celulares

Convergência Digital - 09/06/2021

Após um declínio acentuado em 2020, as vendas globais de smartphones cresceram 26% no primeiro trimestre de 2021, de acordo com dados da consultoria Gartner. Na comparação anual, o crescimento das vendas de celulares foi de 22%.

“Os consumidores começaram a gastar em itens discricionários à medida que a situação da pandemia melhorou em algumas partes do mundo. Mas não se pode ignorar que a base de comparação é menor em 2020 do que era em 2019. Isso explica o crescimento de dois dígitos”, aponta a análise do Gartner.

Os principais fornecedores globais de aparelhos ampliaram sua fatia de mercado, especialmente mordendo nacos da Huawei e da LG. A Samsung passou de 18,4% no fim de 2020 para 20,3% no primeiro trimestre de 2021. Da mesma forma, a Apple cresceu de 13,6% para 15,5%; a Xiaomi de 9,9% para 12,9%; a Vivo de 7,4% para 10,2%; e a Oppo de 8% para 10,2%. No total, foram vendidos 378 milhões de smartphones entre janeiro e março.

O lançamento de smartphones de preço médio, como telefones com preços abaixo de US$ 150 (R$ 750), impulsionou as vendas de unidades da Samsung em todo o mundo. O lançamento antecipado de seus principais smartphones 5G contribuiu para o crescimento das vendas de smartphones da empresa.

A Apple voltou para a segunda posição no primeiro trimestre de 2021, depois de garantir o primeiro lugar no quarto trimestre de 2020. O lançamento de seu primeiro iPhone 5G levou a uma demanda contínua em 2021.
Todos os cinco principais fornecedores globais de smartphones registraram forte crescimento ano após ano em 2020, indicando que o mercado de telefonia está se consolidando em torno desses top 5.

Os fornecedores de smartphones chineses Xiaomi, Oppo e Vivo testemunharam a crescente demanda por smartphones 5G e capitalizaram as oportunidades devido ao enfraquecimento das vendas da Huawei e LG globalmente neste trimestre.

A escassez global de chips ainda não impactou a indústria de smartphones, já que o equilíbrio entre a demanda e a oferta foi atendido. No entanto, isso pode mudar nos próximos trimestres e pode resultar em um aumento no preço médio de venda dos smartphones em todo o mundo.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

09/06/2021
Samsung, Apple e chineses em alta. Huawei e LG em baixa nos celulares

20/05/2021
Brasil vende quatro celulares para cada aparelho de TV

30/04/2021
Oppo, da China, mantém Brasil fora, e prioriza Chile e Colômbia

26/11/2020
5G permite um respiro à indústria de celulares

05/11/2020
Classes D e E só têm o celular para teletrabalho e aulas remotas

23/09/2020
No Brasil, 86,3% dos streamings são vistos em smartphones

08/09/2020
Mercado celular despenca 30,7% no 2º trimestre

03/03/2020
Smartphones: Huawei abre distância da Apple e se aproxima da Samsung

07/02/2020
Apple é multada por reduzir desempenho de iPhones antigos

14/01/2020
Mercado cinza de celulares dispara 537% no Brasil

Destaques
Destaques

GSMA faz ofensiva para reverter decisões a favor do Wi-Fi na faixa de 6GHz

Associação da indústria móvel admite, porém, que os países, na sua maioria, estão decidindo por dar a faixa de 6GHz, com 1200 Mhz, para os serviços não-licenciados, mas adverte: o 5G vai precisar de 2GHz de espectro na próxima década para oferecer todo o seu potencial.

STJ: É ilegal polícia clonar celular de investigado

Para o Superior Tribunal de Justiça, além de constituir uma forma ilícita de interceptação, esse procedimento acarretaria a suspensão indevida da comunicação telefônica e telemática dos investigados.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

5G e a expansão da capacidade de inovação

Por Alex Takaoka*

Segurança da informação, interoperabilidade e infraestrutura ocuparão um papel importante na implantação da tecnologia 5G.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site